Comunidade Casa Inteligente
Comunidade Casa Inteligente
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Ecossistema: a importância de fazer com que todos os eletrônicos conversem entre si

Ecossistema: a importância de fazer com que todos os eletrônicos conversem entre si
Bruno Argenton
ago. 19 - 4 min de leitura
000

Hoje vou contar um pouco do motivo pelo qual um ecossistema influencia quando se trata de casa inteligente. Se você é iniciante nesse mundo, com certeza vai te ajudar. Vem comigo 👇

Produtos de Smart Home estão mais acessíveis, mas ainda podemos dizer que é um investimento. Por isso essa escolha de ecossistema do ambiente inteligente é uma das decisões mais importantes. Começar por essa decisão evita estresse e te ajuda a fazer o melhor investimento.

 

Por enquanto, nem todas as marcas, produtos e serviços são capazes de “conversarem entre si”. Por isso, optar por alternativas que tenham um portfólio maior de produtos pode significar mais opções na hora de mobiliar a casa com seus itens de casa inteligente. 

 

O isso interfere no mundo de “casa inteligente”? Acredito que assim como eu, você também não gosta de baixar diversos aplicativos no celular. Aqui já vou deixar meus parabéns para a Positivo Casa Inteligente que lançou esse ano o novo App 100% desenvolvido em casa 👏👏 Mas claro que não foi só isso: o design ficou mais sofisticado e as funcionalidades foram aprimoradas. Exemplos gritantes ficam por conta das novas telas dos Smart Plugs, Interruptor e as funcionalidades na Smart Fechadura que só são possíveis no App próprio.

Tem muita relação com praticidade. É muito mais simples abrir um único app para gerenciar suas lâmpadas e programas cenas, por exemplo, do que ter que manter dois ou três instalados e mexer em cada um deles sempre que quiser fazer alguma alteração. Não é impossível, mas não é tão prático quanto deveria ser. É uma verdadeira central para todos os seus dispositivos.

Aí vem alguém dizer: - "Ah, mas a Alexa faz rotinas..."
Olha, para mim é essencial que o dispositivo tenha compatibilidade com os assistentes de voz (Alexa e Google Assistente). Isso ajuda muito, pois estes dispositivos enriquecem a experiência. Quando uma marca segue um raciocínio centrado na experiência de usuário durante desenvolvimento, sem dúvida a experiência melhora também nestes dispositivos. Ainda assim, atenção! Nem todas as rotinas da Alexa permitem fazer o mesmo que um bom App faz. Exemplo: através do App, é possível acionar uma Cena atrelada ao pressionar do botão de um Interruptor Inteligente, o que não é possível pelo assistente de voz.

Por essas razões, acredito que dar preferência a itens de uma mesma marca é o melhor caminho quando se trata de começar a sua casa inteligente. Eventualmente, um item ou outro pode sair mais caro no comparativo, mas na prática vale apostar em uma solução consolidada. É claro que existem casos específicos em que é necessário arriscar, eu mesmo, precisava de um interruptor inteligente com apenas uma tecla física para um certo ambiente e implementei uma marca diferente da que utilizo normalmente, era uma situação muito específica e tive que lidar com o trade-off de não poder integrar com os outros dispositivos que tenho no ambiente.

Aquelas empresas que têm mais produtos na linha, além de suporte completo a eles via aplicativo, são as que têm maiores chances de proporcionar um ecossistema eficiente para o consumidor – inclusive conversando com produtos de outras marcas, como TVs ou aparelhos de ar-condicionado.

Em resumo: o que eu aprendi em dois anos usando produtos de casa inteligente, das mais diversas marcas, é o seguinte:
•    Priorize um único ecossistema;
•    Dê preferência para aquelas empresas que tem maior portfólio;
•    Coloque em prática essa integração testando e configurando todos os itens para conversar entre si.


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você