Comunidade Casa Inteligente
Comunidade Casa Inteligente
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

ILUMINAÇÃO ALÉM DA FUNCIONALIDADE

ILUMINAÇÃO ALÉM DA FUNCIONALIDADE
Jessica Leone
out. 21 - 3 min de leitura
030

Agora é réveillon e são 23 horas e 55 minutos. Você conquistou o melhor lugar e agora está esperando ansiosamente os últimos minutos. Meia noite. Sons de fogos, explosão de luzes, você está hipnotizado por bons minutos. Esse é o aspecto emocional da iluminação. A luz nos atrai e desperta emoções capazes de nos deixar parado. Quieto. Apenas admirando sua beleza.

Mas mais que beleza, a luz age regulando nossa saúde e humor. Já reparou que um dia com sol faz você ter mais energia? E aposto que dormir com as cortinas abertas te faz acordar mais cedo. A iluminação regula nosso ciclo circadiano. Esse ciclo se repete a cada 24 horas e é a luz - ou a falta dela - que vai ditar o que acontece.



Quando estamos prestes a acordar nosso corpo libera uma grande quantidade de cortisol. Conhecido como hormônio do estresse, ele é extremamente importante nesse ciclo. É ele que nos acorda pela manhã e nos faz ficar alertas durante o dia. A produção desse hormônio é favorecida pela iluminação natural do sol em torno do meio dia, onde a luz é mais branca, emitindo o espectro azul. Com o passar das horas, a iluminação se torna mais quente ao começar a emitir o espectro amarelo. Nesse momento nossa produção de cortisol cai e a melatonina entra em cena. Conhecida como hormônio do sono, um dos fatores que ajuda sua produção é a iluminação com os menores comprimentos de onda: amarelo e vermelho. Esses diferentes espectros podem ser emitidos também pela luz artificial. Ou seja, a iluminação artificial pode ajudar ou atrapalhar nosso ciclo de vigília e sono.

Pode não parecer, mas a lâmpada elétrica é uma invenção bem recente. Hoje ela comemora 143 anos. Numa escala de tempo, quando a lâmpada de Thomas Edson nasceu, a Monalisa já tinha 376 anos e o Brasil já era independente há 57. Seu uso teve crescimento exponencial desde então, alterando nossa rotina e nos permitido ficar acordados até mais tarde, com luz como se fosse dia.

As consequências disso foram as alterações no nosso ciclo circadiano, causando danos à saúde que podem levar até a depressão, além de aumentar as chances de desenvolver doenças como diabetes. O trabalho no período noturno já é, inclusive, considerado insalubre.

Por isso o cuidado ao iluminar ambientes, seja de trabalho, residenciais e até urbanos, deve ser extremo, já que toda essa luz pode tanto nos ajudar quanto causar danos graves à nossa saúde e sono, que é uma ferramenta do nosso organismo importantíssima. Mas vamos deixar para falar de sono outro dia. Está na hora de diminuir a luz azul por aqui.


Denunciar publicação
    030

    Indicados para você